澳门太阳电子游戏网址-线路检测_欢迎您

  • <output id="6e0za"></output>

    <track id="6e0za"></track>
    <track id="6e0za"><strike id="6e0za"><tt id="6e0za"></tt></strike></track>
    <table id="6e0za"></table>
    <table id="6e0za"></table>
      <track id="6e0za"></track>
      1. <p id="6e0za"><del id="6e0za"><xmp id="6e0za"></xmp></del></p>
      2. Síntese Histórica

        1949-1950

        Escola Russa de Xangai

        Após a fundação da República Popular da China, houve uma enorme necessidade de quadros proficientes em russo que pudessem por meio da aprendizagem da experiência da construção socialista da antiga União Soviética. Com base na proposta de Chen Yi, o então prefeito da cidade de Xangai, o então Departamento do Leste da China do Comité Central do PCC e o Comité PCC do Município de Xangai decidiram que uma escola russa fosse estabelecida em Xangai como uma filial à quarta divisão da Universidade de Revolução do Povo do Leste da China. A escola foi então fundada, em dezembro de 1949, como a primeira escola de língua estrangeira da RPC.

        A recém-nascida Escola Russa de Xangai oferecia apenas uma disciplina, especializando-se no ensino em língua e literatura russa e soviética. Os seus alunos de graduação trabalharam principalmente como tradutores e intérpretes, bem como professores da língua russa.

         

        1950-1952

        Instituição de Línguas Estrangeiras de Xangai

        Em 1950, em resposta à necessidade sentida na China de formar profissionais na área da diplomacia e do comércio internacional, a escola começou a oferecer programas de Inglês e alterou a sua denominação para Universidade de Línguas Estrangeiras de Xangai, afiliada à Universidade de Revolução do Povo do Leste da China. O campus foi instalado na Rua Tiyuhui (L) (local de um outro campus da antiga Universidade de Jinan), onde se localiza atualmente o campus de Hongkou da SISU. Em abril de 1951, um Departamento de Línguas e Literaturas Orientais foi criado a fim de oferecer programas em birmanês, vietnamita e Indonésio. Em agosto de 1952, a Universidade de Línguas Estrangeiras de Xangai tornou-se uma instituição de pleno direito, oferecendo programas em 5 línguas, nomeadamente, russo, inglês, birmanês, vietnamita e indonésio.

         

        1952-1956

        Universidade de Russo de Xangai

        A partir do segundo semestre de 1952, foi criado um sistema nacional de matrículas universitárias, de que resultou a necessidade de se proceder a uma adaptação aos departamentos das instituições do ensino superior da China, por parte do Ministério da Educação. Em consequência, o Departamento de Línguas e Literaturas Orientais da Universidade de Línguas Estrangeiras de Xangai foi transferido para a Universidade de Pequim, e a instituição foi designada de Universidade de Russo de Xangai em setembro de 1952 e começou a oferecer um programa de três anos. No mesmo ano, o primeiro grupo de especialistas da antiga União Soviética foi contratado para trabalhar na instituição, dirigindo a compilação de Um Leitor de Russo e livros da conversação em russo.

        Durante este período, a Universidade operou uma alteração no seu sistema de ensino passando de formação para educação. Especificamente, o conceito de educação formal foi redefinido; a faculdade foi reorganizada e consolidada com o abandono do ensino abrangente e a secção de investigação e pela substituição dos dez grupos do ensino e a investigação com foco em cursos para fins específicos, incluindo a prática, a tradução, a história literária e a linguística; novos currículos foram elaborados; e um sistema de administração de estudantes, que acabou por se revelar bem sucedido, foi então estabelecido.

         

        1956-1994

        Instituto de Línguas Estrangeiras de Xangai

        Aprovado pelo Conselho de Estado em 1956, a Instituição recebeu oficialmente o nome de Instituto de Línguas Estrangeiras de Xangai, com que a faculdade reorganizada com vista a oferecer cursos de licenciatura com a duração de quatro anos em inglês, francês e alemão. Em 12 de setembro de 1963, foi designado pelo governo central como um instituto nacional-chave, a operar diretamente sob a gestão do Ministério da Educação.

        Desde a adoção da política da reforma e abertura no final da década de 1970, a China tem testemunhado um incremento do trabalho diplomático e do intercâmbio internacional, gerando uma procura crescente de profissionais de línguas estrangeiras. Em 1982, o Instituto começou a trabalhar na transformação do instituto de língua estrangeira do estatuto de monodisciplinar para uma universidade orientada para aplicação multidisciplinar. Posteriormente, desde 1983, foram adicionados novos cursos de major.

        Simultaneamente, o Instituto também trabalhou com o objetivo de elevar e melhorar o seu sistema e a estrutura da educação. Em setembro de 1983, recebeu a aprovação do Comité de Diplomas Académicos do Conselho de Estado para atribuir o grau académico de doutoramento em programas de inglês e russo. Em 1993, sob a orientação da Comissão Estatal da Educação (hoje Ministério da Educação) e do Governo Municipal de Xangai, tornou-se uma das primeiras universidades e institutos na China a adotar um novo sistema de propinas, incorporando bolsas de estudo e empréstimos estudantis.

         

        1994-Presente

        Universidade de Estudos Internacionais de Xangai

        Aprovado pela Comissão da Educação do Estado, em 1994, o Instituto foi oficialmente designado de Universidade de Estudos Internacionais de Xangai (Em inglês: Shanghai International Studies University - SISU) e a Universidade passou a ser uma das primeiras universidades supervisionadas conjuntamente pela Comissão da Educação do Estado e do Município de Xangai. Em 1996, a SISU obteve aprovação no processo de avaliação do “Projeto 211”, dirigido pela Comissão da Educação do Estado, e tornou-se uma das “100 universidades-chave no século 21” do país.

        Um novo campus foi construído em 2000 na Cidade Universitária de Songjiang em Xangai e todos os estudantes de graduação e os alunos de pós-graduação do 1.º ano mudaram-se para o novo campus. O campus de Songjiang dispõe de uma série de edifícios do estilo estrangeiro e tem vindo a tornar-se numa base e berço para o surgimento de indivíduos de talento de categoria internacional.

        Em janeiro de 2007, foi criado o novo lema da SISU, nomeadamente “Moralidade Íntegra, Aspiração Elevada e Erudição tanto da China como do Mundo”, o qual encarna o espírito da Universidade.

        Ao longo de mais de 60 anos, a SISU, partindo de uma escola monodisciplinar da língua russa, passou a ser um instituto multidisciplinar de línguas estrangeiras. Tem vindo a tornar-se numa universidade internacional de grande prestígio. Temos fornecido ao país inúmeros talentos profissionais que têm deixado as suas pegadas por todo o mundo e que têm contribuído significativamente para o desenvolvimento económico e social da China e para a promoção do intercâmbio amigável com povos de todo o mundo.

         

         

        Compartilhar:
        澳门太阳电子游戏网址